Espiritualidade Sorrindo pra Vida

Pratiquemos o amor e o perdão

Se quisermos agradar a Deus, devemos praticar o amor e o perdão com os outros e com nós mesmos

No ‘Sorrindo pra Vida’ desta quinta-feira, 10 de agosto de 2017, Márcio Mendes partilhou a Palavra, para nos mostrar que o Senhor apenas quer de nós que pratiquemos o amor e o perdão.

Leia a Palavra meditada em Isaías 58,8-11:

“Então tua luz surgirá como a aurora, e tuas feridas não tardarão a cicatrizar-se; tua justiça caminhará diante de ti, e a glória do Senhor seguirá na tua retaguarda. Então às tuas invocações, o Senhor responderá, e a teus gritos dirá: Eis-me aqui! Se expulsares de tua casa toda a opressão, os gestos malévolos e as más conversações; se deres do teu pão ao faminto, se alimentares os pobres, tua luz levantar-se-á na escuridão, e tua noite resplandecerá como o dia pleno.
O Senhor te guiará constantemente, alimentar-te-á no árido deserto, renovará teu vigor. Serás como um jardim bem irrigado, como uma fonte de águas inesgotáveis.”

Deus nos dá uma ordem, mas, antes dela, Ele nos dá uma declaração e inúmeras promessas. O Senhor nos guiará e será Ele quem nos conduzirá.

Para que todas essas promessas aconteçam, existe apenas a condição de pararmos de fazer o mal, de apontarmos o dedo para os outros. Se pararmos as fofocas e ainda formos ao encontro daqueles que precisam de nós, o Espírito Santo brilhará em nossa vida.

Essa Palavra toda está voltada para o que agrada a Deus, para o que nos une a Ele, o que nos abre as portas para Sua bênção. Amor e perdão, é isso que o Senhor quer de nós, que sejamos capazes de perdoar os outros e a nós mesmos, e que possamos amar na mesma medida.

Quando fizermos isso, a glória de Deus nos guiará todos os dias, o amor de Deus nos seguirá e o Espírito nos iluminará, mas, para isso acontecer, precisamos tomar a decisão de amar e perdoar.

Se quisermos agradar a Deus, temos de parar de negativismo, de nos acusarmos e começarmos a amar de verdade. Onde não há amor, ponhamos amor e amor teremos, mas não conseguiremos amar se não colocarmos em prática o perdão todos os dias.

Deus não aceita o sacrifício de quem apenas fomenta a discórdia, de quem desune as pessoas para ganhar benefícios. Por isso, Ele nos dá a ordem de nos reconciliarmos antes de dirigirmos nossa oração a Ele.

O Senhor se alegra quando vê Seus filhos unidos. Ele quer a nossa união, principalmente dentro da nossa casa. Ele quer que perdoemos e peçamos perdão, pois não há nada, neste mundo, que valha a paz com aqueles que amamos.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

Transcrição e adaptação: João Paulo dos Santos

Assista aos programas:
Adquira o Canção Nova Play e assista aos programa da TV Canção Nova na íntegra. Ao adquirir, você ajudará a Canção Nova a manter todo seu Sistema de Comunicação. Acesse o site cancaonova.com/play!

Contamos com sua ajuda para que mais pessoas possam ser alcançadas pelo Evangelho. Seja também um sócio evangelizador e ingresse na missão de evangelizar! Acesse aqui!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo