Espiritualidade Sorrindo pra Vida

Tomemos a iniciativa de amar o próximo

O segredo para termos as bênçãos de Deus é tomarmos a iniciativa de nos doarmos por amor ao próximo

No programa ‘Sorrindo pra Vida’ desta terça-feira, 30 de maio de 2017, Márcio Mendes partilhou a Palavra de Lucas 10,25-37, para nos fazer ver que ao tomarmos a iniciativa de amar o próximo, recebemos vida de Deus.

A palavra de Deus é caminho de vida

Querendo colocar Jesus à prova, o doutor da lei Lhe pergunta o que devemos fazer para ganharmos a vida eterna. Jesus, sabendo que aquele homem estava montando uma armadilha, responde-lhe devolvendo, em forma de pergunta, qual era o maior mandamento, pois aquele homem era um especialista. Então, este responde para Cristo com o mandamento de amar a Deus de todo coração e ao próximo.

Jesus simplesmente lhe diz que está correto, e aquele que fizer o que disse terá a vida eterna, e se cumprir este mandamento não só terá o céu depois desta vida, mas também o experimentará aqui na terra.

A nossa vida é um inferno quando vivemos fora do céu. Não existe a linha do meio. Nós caminhamos para o céu ou para longe dele, mas quando fazemos a vontade de Deus, trazemos o céu para junto de nós. A fidelidade a Deus nos traz a bênção, essa é a nossa recompensa.

Quem faz uma experiência de Deus não busca recompensa, busca Deus, que é o maior tesouro. No entanto, quando buscamos o Senhor, Ele nos fideliza, faz-nos cada vez mais perseverante n’Ele, e isso nos cobre de bênçãos.

Fidelidade é amar ao Senhor e ao nosso próximo, isso nos gera vida. Em muitas situações, sentimos que algo morre dentro de nós, e pelos desencontros vividos algo do amor que tínhamos morre. Jesus, no entanto, dá-nos o remédio, ele pede para que amemos ao Senhor e ao nosso irmão; então, viveremos.

Depois que Jesus dá a resposta, o doutor sente-se constrangido e começa a justificar-se, não dá o braço a torcer. Assim somos nós também. Jesus, então, continua e nos alertar, dizendo-nos algumas pessoas veem a necessidade, mas fingem não ser com elas; veem a dificuldade do outro, mas passam diante da situação, distanciam-se desprezam o próximo. Aquele que seria a última opção, aquele que era considerado impuro ou rival comove-se e ajuda.

Nós precisamos aprender a mover o nosso coração pela compaixão, assim como este samaritano que tinha todas as justificativas para não parar para aquele homem, mas cuidou dele. Nós descobrimos que temos compaixão quando não ficamos de braços cruzados diante do sofrimento do outro.

Responsabilidade é aceitarmos que algo depende de nós. Tudo bem contarmos com a ajuda de alguém, mas não podemos terceirizar nossos deveres. O amor se traduz em gestos, pois quem ama, mas não faz nada, não ama de verdade. O amor nos move à compaixão e nos coloca nos lugar daqueles que amamos, vivemos as dores e as alegrias, por isso Jesus nos manda amar e termos iniciativa.

Temos de parar de ficar na teoria, partir para a prática, sair de nós mesmos e aprendermos a cuidar dos outros. Enquanto não abrirmos nosso coração para sermos uma bênção para os outros, a benção que Deus preparou para nós, não conseguiremos transformar a nossa vida. Essa iniciativa nos traz uma vida nova, que nos enche de alegria, e ajuda a tomar a decisão de agir sem deixar que as circunstâncias ditem a nossa vida.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

Transcrição e adaptação: João Paulo dos Santos

Assista aos programas:
Adquira o Canção Nova Play e assista aos programa da TV Canção Nova na íntegra. Ao adquirir, você ajudará a Canção Nova a manter todo seu Sistema de Comunicação. Acesse o site cancaonova.com/play!

Contamos com sua ajuda para que mais pessoas possam ser alcançadas pelo Evangelho. Seja também um sócio evangelizador e ingresse na missão de evangelizar! Acesse aqui!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo