Espiritualidade Sorrindo pra Vida

O julgamento cabe a Deus

O julgamento do próximo não é nosso dever, a Deus cabe julgar a todos

No programa ‘Sorrindo pra Vida’ desta terça-feira, 27, às 8h, Márcio Mendes meditou a passagem de Romanos 14,1-13 para nos mostrar que o julgamento das pessoas cabe a Deus, não a nós.

Na carta de Paulo, vemos que as pessoas estavam brigando por causa de comida. O que deveriam ou não deveriam comer, julgando aqueles que não faziam iguais a eles. Assim como quem faz jejum para aparecer, para contar para todo mundo e, assim, criticar quem não o faz.

Para Márcio, ficamos discutindo tanta coisa sem importância, procurando conflito onde não há necessidade, quando, na verdade, é para Deus que prestamos contas do que fazemos. Precisamos parar de ficar julgando as pessoas, porque quem sabe dos outros é Deus. As pessoas que estão no mundo servem a Deus, e quem somos nós para julgar os servos d’Ele?

“Se nem mesmo o Arcanjo Miguel ousou proclamar uma sentença de condenação contra o maligno, que era uma criatura divina, nós também não temos o direito de condenar o próximo”, disse ele.

Segundo Márcio, se tropeçarmos e cairmos ou se ficarmos em pé, é para Deus que as coisas acontecem. Ele tem o poder de nos sustentar, mas precisamos parar de “briguinhas” com o irmão.

“Enquanto gastamos nossas forças brigando com o outro, enquanto ficamos discutindo benefícios pessoais e materiais, preocupando-nos com coisas as deste mundo, sem confiar em Deus, há pessoas se perdendo por falta de quem anuncia Jesus”, completou.

Adquira o programa na íntegra
Ao adquirir o programa dessa terça-feira, 27, na íntegra, você ajudará a Canção Nova a manter todo seu Sistema de Comunicação. Acesse o site cancaonova.com/play!

Contamos com sua ajuda para que mais pessoas possam ser alcançadas pelo Evangelho. Seja também um sócio evangelizador e ingresse na missão de evangelizar! Acesse aqui!

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo