Espiritualidade Revolução Jesus

A beleza de ser diferente

Nesta quarta-feira, 17, a TV Canção Nova exibiu o programa ‘Revolução Jesus’ cujo tema foi:A beleza de ser diferente’. Os apresentadores Adriano Gonçalves e Fernanda Soares tiveram como convidados especiais como padre Eliano, Guilherme Rosa e Aline Casassola.

No decorrer da edição Fernanda destacou as diferenças do homem e da mulher em um todo. Segundo ela, Deus fez o homem e a mulher diferentes para um complementar o outro, na forma de amar, na educação, na orientação.

“Aquilo que o homem não tem tão forte, tão aguçado, a mulher vem para complementar. Aquilo que ela não tem tão forte, seguro, firme, o homem vem complementá-la. É muito lindo tudo isso!”, afirma a apresentadora.

Adriano perguntou ao padre Eliano: “Sabendo que homem e mulher são diferentes, mas tem a mesma dignidade, como é interpretada essa igualdade no tempo atual? Quais as diferenças dessa igualdade para a Igreja e para a sociedade moderna?”

“O que tem acontecido, no tempo atual, é que essa igualdade é interpretada em forma de disputa, uma ocupação no lugar do outro. Aí está a confusão, pois é como se houvesse uma crise de individualidade. A mulher, muitas vezes, nessa questão do feminismo, quer ocupar as funções do homem para se sentir igual a ele. Temos de entender que a igualdade no contexto do Cristianismo, da dignidade, é cada um assumindo inteiramente o seu papel de masculino e feminino”, destacou o sacerdote.

No segundo bloco, a apresentadora lançou uma pergunta para o convidado Guilherme, questionando-o se existe alguma coisa que seja somente papel do homem ou da mulher, segundo os ensinamentos da Igreja e da Teologia do Corpo.

“A capacidade de ser pai e a capacidade de ser mãe são inerentes ao homem e à mulher. Dentro do lar cristão, os papéis vão se dividindo conforme a necessidade para a educação dos filhos”, ressalta o convidado.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo