Espiritualidade PHN

Aids e dependência química: cuidados e perseverança na fé

Programa apresenta entidade que cuida de dependentes químicos e contaminados pelo vírus HIV.

De acordo com os dados da Unaids (órgão especial da ONU de combate à Aids), existem no mundo mais de 33,5 milhões de pessoas infectadas pelo vírus HIV, causador da Aids; no Brasil esse número chega a 490 mil. Pessoas contaminadas sofrem discriminação e requerem alguns tipos de cuidados especiais.

Visando acolher dependentes químicos e pessoas portadoras de HIV/Aids e lhes proporcionar um estilo de vida saudável no âmbito físico, social e espiritual, Roberto Geraldo da Silva fundou a Associação de Apoio a Portadores de Aids Esperança e Vida, sobre a qual ele vai falar no programa PHN, desta terça-feira, 20, a partir das 22 horas.

Roberto já testemunhou sua história no programa anteriormente. Na edição de hoje ele vai contar como sua vida foi transformada com o trabalho que ele realiza de prevenção e recuperação de pessoas portadoras de HIV/Aids e dependentes químicos, e na promoção de qualidade de vida e na reinserção social delas.

Durante a atração o telespectador poderá conhecer Ricardo Fernando dos Santos Neto, que recebe o tratamento na Esperança e Vida.

Conheça um pouco do trabalho da entidade:

Sobre a Associação:

Localizada em Campinas (SP), a Associação de Apoio a Portadores de Aids Esperança e Vida é uma entidade sem fins lucrativos, que desenvolve projetos de reabilitação e reinserção familiar e social para 400 famílias com HIV/Aids e dependência química, excluídas socialmente, sendo 80 em regime interno e o restante em regime domiciliar.

Mais que uma casa de reabilitação, o diferencial da entidade é a missão de aliviar a dor e o sofrimento, acolher, cuidar, recuperar, resgatar a saúde, a dignidade e a cidadania, e reintegrar, na família e na sociedade, pessoas com HIV/Aids e dependência química em situação de exclusão social, proporcionado-lhes um encontro pessoal com Deus e um estilo de vida saudável. Também realiza ações de prevenção junto à comunidade, escolas e empresas visando à mudança de atitudes e à diminuição da contaminação pelo HIV e novos casos de Aids.

TV ao vivo

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo