Educativo Pergunte e Responderemos

Como lidar com a traição no casamento

No programa ‘Pergunte e Responderemos’ desta sexta-feira, 12, Felipe Aquino falou sobre a traição no casamento a fim de responder o questionamento de uma telespectadora. Segundo ela, seu marido tem problemas com bebidas e muitas vezes passa a noite fora. A telespectadora afirmou que ele visita casas de prostituição, mas ao chegar em casa diz que a ama.

“A Igreja diz que o casamento é indissolúvel. Se o casamento foi válido e acontece um adultério consumado, ou seja, a pessoa pratica o adultério constantemente, a outra parte tem direito de se separar dela. O Código de Direito Canônico afirma que a outra pessoa tem o direito de se separar, mas não de casar de novo. A separação física não elimina o vínculo conjugal”, aconselha o apresentador.

O professor também comentou sobre a situação enviada por uma Ministra da Eucaristia que foi casada por 10 anos somente no Civil. Atualmente seu marido morreu e ao confessar-se o sacerdote local pediu que se afastasse de seu ministério. Segundo o professor, as pessoas que são casadas apenas no Civil não podem comungar.

“Penso que ela deveria ter se afastado antes de ficar viúva, porque se foi casada apenas no Civil não poderia ser ministra de Eucaristia e nem comungar. Ao ficar viúva voltou ao estado de solteira. Precisa fazer uma boa confissão, pois viveu um tempo em estado de pecado. E se afastar ou não do ministério é uma questão que o próprio pároco irá resolver”, explica o professor.

No segundo bloco, o apresentador falou sobre a intercessão realizada pelas almas do purgatório: ” Não é porque a alma está em processo de purificação que ela não pode rezar por nós. O Catecismo diz que quanto mais você reza pelas almas do purgatório, mais a oração delas tem eficácia”.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo