Espiritualidade A Bíblia no meu Dia a Dia

A Bíblia no meu dia a dia - Filipenses 1,1-18 - 12/04/2017

Faça o estudo da Palavra de Filipenses 1,1-18

Quarta-feira, 12, foi refletida no programa ‘A Bíblia no meu dia a dia’ a Palavra de Filipenses 1,1-18 por Neidinha Barbosa.

Confira o vídeo abaixo:

Adquira o programa!
Você pode ter acesso ao conteúdo completo da TV Canção Nova. Acesse cancaonova.com/play!

Ajuda a Canção Nova na missão de evangelizar e transmitir a Boa Nova aos lares de pessoas do mundo inteiro! Seja um sócio evangelizador e ingresse nessa missão também!

Faça a reflexão da Palavra de Filipenses 1,1-18 :

1.Paulo e Timóteo, servos de Jesus Cristo, a todos os santos em Jesus Cristo, que se acham em Filipos, juntamente com os bispos e diáconos:

2.a vós, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e da parte do Senhor Jesus Cristo!

3.Dou graças a meu Deus, cada vez que de vós me lembro.

4.Em todas as minhas orações, rezo sempre com alegria por todos vós,

5.recordando-me da cooperação que haveis dado na difusão do Evangelho, desde o primeiro dia até agora.

6.Estou persuadido de que aquele que iniciou em vós esta obra excelente lhe dará o acabamento até o dia de Jesus Cristo.

7.É justo que eu tenha bom conceito de todos vós, porque vos trago no coração, por terdes tomado parte na graça que me foi dada, tanto na minha prisão como na defesa e na confirmação do Evangelho.

8.Deus me é testemunha da ternura que vos consagro a todos, pelo entranhado amor de Jesus Cristo!

9.Peço, na minha oração, que a vossa caridade se enriqueça cada vez mais de compreensão e critério,

10.com que possais discernir o que é mais perfeito e vos torneis puros e irrepreensíveis para o dia de Cristo,

11.cheios de frutos da justiça, que provêm de Jesus Cristo, para a glória e louvor de Deus.

12.Meus irmãos, quero fazer-vos saber que os acontecimentos que me envolvem estão redundando em maior proveito do Evangelho.

13.Em todo o pretório e por toda parte tornou-se conhecido que é por causa de Cristo que estou preso.

14.A maior parte dos irmãos, ante a notícia das minhas cadeias, cobrou nova confiança no Senhor e maior entusiasmo em anunciar sem temor a palavra de Deus.

15.É verdade que alguns pregam Cristo por inveja a mim e por discórdia, mas outros o fazem com a melhor boa vontade.

16.Estes, por caridade, sabendo que tenho por missão a defesa do Evangelho;

17.aqueles, ao contrário, pregam Cristo por espírito de intriga, e não com reta intenção, no intuito de agravar meu sofrimento nesta prisão.

18.Mas não faz mal! Contanto que de todas as maneiras, por pretexto ou por verdade, Cristo seja anunciado, nisto não só me alegro, mas sempre me alegrarei.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo