Espiritualidade A Bíblia no meu Dia a Dia

A Bíblia no meu dia a dia - Atos dos Apóstolos 13,16-42- 08/11/2016

Faça o estudo da Palavra de Atos dos Apóstolos 13,16-42

Segunda-feira, 08 de novembro, foi refletida no programa ‘A Bíblia no meu dia a dia’ a Palavra de Atos dos Apóstolos 13, 16-42, pela missionária Vera Lúcia Reis.

Confira o vídeo abaixo:

Adquira o programa!
Você pode ter acesso ao conteúdo completo da TV Canção Nova. Acesse cancaonova.com/play!

Ajuda a Canção Nova na missão de evangelizar e transmitir a Boa Nova aos lares de pessoas do mundo inteiro! Seja um sócio evangelizador e ingresse nessa missão também!

Faça a reflexão da Palavra de Atos dos Apóstolos 13, 16-42

16.Paulo levantou-se, fez um sinal com a mão e falou: Homens de Israel e vós que temeis a Deus, ouvi.

17.O Deus do povo de Israel escolheu nossos pais e exaltou este povo no tempo em que habitava na terra do Egito, de onde os tirou com o poder de seu braço.

18.Por espaço de quarenta anos alimentou-os no deserto.

19.Destruiu sete nações na terra de Canaã e distribuiu-lhes por sorte aquela terra durante quase quatrocentos e cinqüenta anos.

20.Em seguida, lhes deu juízes até o profeta Samuel.

21.Pediram então um rei, e Deus lhes deu, por quarenta anos, Saul, filho de Cis, da tribo de Benjamim.

22.Depois, Deus o rejeitou e mandou-lhes Davi como rei, de quem deu este testemunho: Achei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que fará todas as minhas vontades.

23.De sua descendência, conforme a promessa, Deus fez sair para Israel o Salvador Jesus.

24.João tinha pregado, desde antes da sua vinda, o batismo do arrependimento a todo o povo de Israel.

25.Terminando a sua carreira, dizia: Eu não sou aquele que vós pensais, mas após mim virá aquele de quem não sou digno de desatar o calçado.

26.Irmãos, filhos de Abraão, e os que entre vós temem a Deus: a nós é que foi dirigida a mensagem de salvação.

27.Com efeito, os habitantes de Jerusalém e os seus magistrados não conheceram Jesus, e, sentenciando-o, cumpriram os oráculos dos profetas, que cada sábado são lidos.

28.Embora não achassem nele culpa alguma de morte, pediram a Pilatos que lhe tirasse a vida.

29.Depois de realizarem todas as coisas que dele estavam escritas, tirando-o do madeiro, puseram-no num sepulcro.

30.Mas Deus o ressuscitou dentre os mortos.

31.Durante muitos dias apareceu àqueles que com ele subiram da Galiléia a Jerusalém, os quais até agora são testemunhas dele junto ao povo.

32.Nós vos anunciamos: a promessa feita a nossos pais,

33.Deus a tem cumprido diante de nós, seus filhos, suscitando Jesus, como também está escrito no Salmo segundo: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei (Sl 2,7).

34.Que Deus o ressuscitou dentre os mortos, para nunca mais tornar à corrupção, ele o declarou desta maneira: Eu vos darei as coisas sagradas prometidas a Davi (Is 55,3).

35.E diz também noutra passagem: Não permitirás que teu Santo experimente a corrupção (Sl 15,10).

36.Ora, Davi, depois de ter servido em vida aos desígnios de Deus, morreu. Foi reunido a seus pais e experimentou a corrupção.

37.Mas aquele a quem Deus ressuscitou não experimentou a corrupção.

38.Sabei, pois, irmãos, que por ele se vos anuncia a remissão dos pecados.

39.Todo aquele que crê é justificado por ele de tudo aquilo que não pôde ser pela Lei de Moisés.

40.Cuidai, pois, que não venha sobre vós o que foi dito pelos profetas:

41.Vede, ó desprezadores, pasmai e morrei de espanto. Pois eu vou realizar uma obra em vossos dias, obra a que não creríeis, se alguém vo-la contasse (Hab 1,5).

42.Ao saírem, rogavam que lhes repetissem essas palavras no sábado seguinte.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo