TV Digital: a TV Canção Nova cada vez mais perto de você

TV Digital: a TV Canção Nova cada vez mais perto de você

A digitalização da TV faz com que, cada vez mais, a missão Canção Nova chegue perto dos telespectadores, com mais qualidade e interatividade.

Larissa Senne
Da Redação

A televisão atinge um lugar de destaque na vida das pessoas e está agregada ao dia a dia delas na função de entreter, informar, além de contribuir para a formação cultural e moral das famílias. A TV Canção Nova, com sua programação 100% evangelizadora, tem sua missão na formação religiosa e também é percebida como uma presença positiva dentro da residência, minimizando a solidão e se tornando cada vez mais próxima do telespectador.

O Brasil é o maior país católico do mundo. Segundo estatísticas do IBGE, há 123 milhões de católicos no Brasil, os quais representam 64,6% da população. Para chegar até esse público, a Canção Nova procura expandir seu alcance nos meios de comunicação para que mais pessoas tenham seu encontro com Jesus.

O novo desafio desta Obra de Deus é a implantação da tecnologia digital na transmissão da TV terrestre. Este processo vem ocorrendo, desde 2007, a fim de proporcionar a perceptível alteração de qualidade na imagem e no som em todos os lares brasileiros até 2018.

TV Digital

Foto: Arquivo CN

Mais de 40 cidades já possuem este novo sinal. A equipe de engenheiros da Canção Nova é responsável pelos projetos técnicos, e além de indicar a área de cobertura do sinal, especificam o transmissor e o sistema irradiante. Essa equipe também se responsabiliza pelas instalações em cada cidade. Em geral, a sequência dessas instalações segue a ordem das consignações de canais feitas pelo Ministério das Comunicações.

Radiodifusão

Foto: Arquivo CN

O gerente técnico de Rádio e TV, engenheiro Paulo Henrique Crippa, em entrevista, explica que o objetivo do setor é cobrir a população dos municípios que tem a concessão para as instalações, e destaca aprimoramentos feitos pela emissora para a realização desta nova cobertura.

“Para este novo ciclo, houve contratações de pessoas e investimento em capacitações tecnológicas afins. Em cada cidade existe particularidades nas parcerias, que podem ocorrer entre outras emissoras, prefeituras e até mesmo com sócios e amigos da Canção Nova”, salienta o engenheiro.

Paulo Henrique relata que a meta do setor é instalar aproximadamente 60 transmissores digitais até 2015 e manter a rede analógica em perfeita operação, proporcionando aos cristãos a partilha da devoção pelo carisma Canção Nova e fazer da emissora um canal de fé, amor e encontro com Cristo.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo