Jornalismo Transmissões Externas

TVCN transmite canonização de João Paulo II e João XXIII

TVCN leva até a sua casa a transmissão da canonização dos beatos

A TV Canção Nova vai transmitir neste domingo, 27, a primeira canonização conjunta de dois Papas na história da Igreja Católica. A cerimônia será presidida pelo Papa Francisco, na qual João Paulo II e João XXIII serão elevados aos altares, como os mais novos santos católicos. A celebração acontecerá na Praça de São Pedro, no Vaticano, às 5 horas (horário de Brasília).

Praça de São Pedro

Praça de São Pedro – local onde acontecerá a canonização

A TVCN está a serviço da Igreja, por isso leva aos telespectadores notícias atuais sobre os grandes acontecimentos da Igreja Católica espalhada pelo mundo. Para isso dispõe de uma casa de missão em Roma, que atualiza diariamente o canal de notícias do Portal Canção Nova.

Você também pode acessar conteúdos sobre o Papa Francisco no site que foi criado especialmente para divulgar homilias, eventos, discursos, documentos e pronunciamentos dele:  papa.cancaonova.com 

Conheça a história dos futuros santos da Igreja:

João Paulo II

João Paulo IIKarol Józef Wojtyła nasceu em 18 de maio de 1920 em Wadowice, próximo à Cracóvia, na Polônia.

Com nove anos de idade, perdeu sua mãe em abril de 1929. Três anos mais tarde, morreu também seu irmão mais velho, Edmund.

Em setembro de 1939, teve início a Segunda Guerra Mundial. Durante os tempos de batalha, Karol trabalhou em uma pedreira e, assim, evitou a deportação e o trabalho forçado pelos alemães.

Depois de perder a mãe e o irmão, o pai de Karol faleceu em fevereiro de 1941. Um ano mais tarde, o beato polonês iniciou estudos em um seminário. Sua ordenação sacerdotal ocorreu em novembro de 1946.

Na Polônia, deu início a um trabalho de intensa evangelização nas paróquias locais, sobretudo com os mais jovens. Tornou-se bispo auxiliar do Arcebispo de Cracóvia, Dom Eugeniusz Baziak, no ano de 1958. Sua sagração episcopal foi em 28 de setembro do mesmo ano.

Com a morte de Papa João Paulo I, em outubro de 1978, teve início o conclave para a escolha de um novo Pontífice. No terceiro dia de reunião, Karol Wojtyla foi eleito Bispo de Roma e escolheu o nome João Paulo II, tornando-se o 263° Sucessor de Pedro.

Com uma vida totalmente dedicada à promoção da fé, da paz, da vida e da família, indo ao encontro dos fiéis com uma mensagem de amor e de esperança, no dia 2 de abril de 2005, aos 84 anos, João Paulo II faleceu, deixando como maior legado a alegria em ser de Deus.

JPII e os jovens

Sua história foi marcada por sua grande afinidade com os jovens. João Paulo é o idealizador de um maiores dos eventos católicos que movimentam, a cada edição, milhares de participantes em todo o planeta: a Jornada Mundial da Juventude.

A JMJ promove a união de jovens de todo o mundo para louvar, testemunhar, agradecer e orar com o Santo Padre. Momento em que a Igreja Católica promove concretamente a unidade entre povos de diferentes religiões, idiomas e nacionalidades.

A identificação do público juvenil é tão grande com este evento, em sua 13ª edição, que já movimentou cerca de treze milhões de jovens mundo afora. A última edição aconteceu em junho de 2013 no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro.

:: Relembre a JMJ Rio 2013, clique aqui! 

João XXIII

João XXIIINo dia 25 de novembro de 1881 nascia Angelo Giuseppe Roncalli em Sotto il Monte, na província de Bérgamo, Itália. Filho de João Baptista Roncalli e Ana Maria Mazzoli, é o quarto filho dos treze filhos do casal.

Sua atuação religiosa teve início aos 16 anos quando professou votos na Ordem Franciscana secular. Foi ordenado sacerdote no dia 10 de agosto de 1904 em Roma. Em 1921, foi nomeado, por Bento XV, presidente nacional do Conselho das Obras Pontifícias para a Propagação da Fé.

Foi sagrado bispo em 1925, e enviado à Bulgária, onde permaneceu por dez anos. Destacou-se por sua maneira de dialogar e pelo relacionamento respeitoso com ortodoxos e muçulmanos, por isso foi nomeado Delegado Apostólico na Turquia e Grécia, em 1935.

Durante a Segunda Guerra Mundial, foi proclamado Núncio Apostólico em Paris por Pio XII. Em 1953 tornou-se cardeal. Logo depois, Angelo retornou à Itália como Patriarca de Veneza. Foi eleito Papa no dia 28 de outubro de 1958. Seu pontificado foi marcado pela mansidão, cordialidade, coragem, simplicidade e diálogo.

Em abril de 1963, aos 62 anos de idade, o Pontífice italiano publicou a Encíclica “Pacem in terris”, na qual aborda a necessidade da paz entre todos os povos por sermos todos filhos de Deus.

Faleceu no dia 3 de junho de 1963, antes de completar o quinto ano de pontificado.

Notícias recentes:

::  Sobrinho de João XXIII fala sobre seu exemplo de santidade

:: Jornalista do Vaticano avalia legado de JPII para comunicação

:: Entenda como funciona um processo de canonização

Assista à programação ao vivo da emissora

TV ao vivo

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo