Espiritualidade Sorrindo pra Vida

Seis passos para um relacionamento sólido

Confira dicas de padre Adriano Zandoná para um relacionamento sólido

Na manhã desta quarta-feira, 21, às 8h, padre Adriano Zandoná conduziu o momento de reflexão da Palavra de Deus pautado no trecho bíblico de João 4, 1 – 26. Na meditação, que ocorreu no programa Sorrindo pra Vida, o sacerdote revelou seis passos para um relacionamento sólido.

Segundo ele, os relacionamentos precisam ser mais profundos, pois atualmente, as pessoas têm sido superficiais.

“Muitas vezes moramos com pessoas e não nos revelamos a elas, pois paramos no nosso preconceito”, explicou o padre.

Conheça os seis passos para um relacionamento sólido

Para viver alcançar profundidade em um relacionamento é preciso estar disposto a ir ao encontro do outro, estar aberto a mudança.

Confira as etapas:

1 – Ir ao encontro do próximo: se queremos um relacionamento sólido, precisamos estar dispostos a deixar o orgulho de lado para fazer o outro feliz.

2 – Superar as antipatias: não podemos deixar que as antipatias nos atrapalhem. Temos que resolver os problemas com o objetivo de uma convivência harmônica.

3 Comunicação: precisamos aprender a nos comunicarmos bem. Temos que nos preocupar se as pessoas entenderam o que dissemos. Clareza e objetividade fazem com que a comunicação seja correta e eficaz.

4 – Descoberta mútua: a consequência de uma boa comunicação implica na descoberta de quem está ao seu lado. Para que conheçamos quem está a nossa volta, precisamos de uma boa comunicação.

5 – Admiração: com o conhecimento passamos a admirar quem está a nossa volta.

6 – Construção da simpatia: A partir da admiração, passamos a construir um sentimento bom em relação ao próximo.

Assista a um trecho do programa:

Adquira o programa!
Ao adquirir o programa desta quarta-feira, 21, na íntegra, você ajudará a TV Canção Nova a manter todo seu Sistema de Comunicação. Acesse o site cancaonova.com/play!

Medite o trecho de João 4, 1-26:

E quando o Senhor entendeu que os fariseus tinham ouvido que Jesus fazia e batizava mais discípulos do que João
(Ainda que Jesus mesmo não batizava, mas os seus discípulos),
Deixou a Judéia, e foi outra vez para a Galiléia.
E era-lhe necessário passar por Samaria.
Foi, pois, a uma cidade de Samaria, chamada Sicar, junto da herdade que Jacó tinha dado a seu filho José.
E estava ali a fonte de Jacó. Jesus, pois, cansado do caminho, assentou-se assim junto da fonte. Era isto quase à hora sexta.
Veio uma mulher de Samaria tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber.
Porque os seus discípulos tinham ido à cidade comprar comida.
Disse-lhe, pois, a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana? (porque os judeus não se comunicam com os samaritanos).
Jesus respondeu, e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.
Disse-lhe a mulher: Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva?
És tu maior do que o nosso pai Jacó, que nos deu o poço, bebendo ele próprio dele, e os seus filhos, e o seu gado?
Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede;
Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.
Disse-lhe a mulher: Senhor, dá-me dessa água, para que não mais tenha sede, e não venha aqui tirá-la.
Disse-lhe Jesus: Vai, chama o teu marido, e vem cá.
A mulher respondeu, e disse: Não tenho marido. Disse-lhe Jesus: Disseste bem: Não tenho marido;
Porque tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade.
Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta.
Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar.
Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai.
Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus.
Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.
Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
A mulher disse-lhe: Eu sei que o Messias (que se chama o Cristo) vem; quando ele vier, nos anunciará tudo.
Jesus disse-lhe: Eu o sou, eu que falo contigo.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo