Espiritualidade Sorrindo pra Vida

Gratidão e esperança geram salvação

Gratidão a Deus nas pequenas coisas, esperança de que os milagres acontecem na caminhada

No ‘Sorrindo pra Vida’ desta segunda-feira, 5 de junho de 2017, padre Bruno Costa partilhou a Palavra de Deus para nos fazer ver que a gratidão e a esperança geram milagres e salvação para nós.

Medite a Palavra no Evangelho de Lucas 17,11-19:

“Sempre em caminho para Jerusalém, Jesus passava pelos confins da Samaria e da Galileia. Ao entrar numa aldeia, vieram-lhe ao encontro dez leprosos, que pararam ao longe e elevaram a voz, clamando: Jesus, Mestre, tem compaixão de nós! Jesus viu-os e disse-lhes: Ide, mostrai-vos ao sacerdote. E quando eles iam andando, ficaram curados. Um deles, vendo-se curado, voltou, glorificando a Deus em alta voz.Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradecia. E era um samaritano. Jesus lhe disse: Não ficaram curados todos os dez? Onde estão os outros nove? Não se achou senão este estrangeiro que voltasse para agradecer a Deus?! E acrescentou: Levanta-te e vai, tua fé te salvou.”

A gratidão e a esperança geram salvaçãoser profetas e não perder a esperança

A cura dos dez leprosos, registrada neste livro, ocorre quando Jesus fazia uma viagem da Galileia a Jerusalém. É interessante repararmos que os leprosos pararam longe de Jesus, cumprindo a lei, mas gritaram para Ele.

Nós não devemos ter medo de gritar ao Senhor, de pedir a compaixão d’Ele para conosco, mas também precisamos, como eles, acreditar na Palavra de Cristo, pois a cura não aconteceu imediatamente.

Temos que ter esperança, pois é no caminho que as coisas acontecem. Precisamos caminhar e não perder a esperança com a certeza de que Deus vai agir. O retrato dessa cura é um cântico de fé, de esperança daquele que alcançou a salvação plena, porque soube corresponder à gratuidade de Deus.

Quantas vezes o Senhor faz as coisas por nós e agradecemos tão pouco para o tamanho das maravilhas que Ele realiza! Temos de exercitar a gratidão desde as coisas pequenas como acordar.

Mesmo sendo considerado um marginalizado e, como samaritano, um excluído das promessas de Deus, aquele homem que voltou para agradecer e não apenas ficou curado da lepra, ganhou a salvação eterna. Essa palavra ultrapassa a barreira do milagre físico, vai além e se mostra como a salvação.

Nós somos amados de Deus e pouco importa nossa lepra, nossos defeitos, pois existe uma predileção do Senhor quando reconhecemos as nossas lepras. Por isso, temos de tomar consciência de qual é a nossa lepra, para que não percamos a fé e a esperança em Deus.

Padre Bruno Costa
Missionário da Comunidade Canção Nova

Transcrição e adaptação: João Paulo dos Santos

Assista aos programas:
Adquira o Canção Nova Play e assista aos programa da TV Canção Nova na íntegra. Ao adquirir, você ajudará a Canção Nova a manter todo seu Sistema de Comunicação. Acesse o site cancaonova.com/play!

Contamos com sua ajuda para que mais pessoas possam ser alcançadas pelo Evangelho. Seja também um sócio evangelizador e ingresse na missão de evangelizar! Acesse aqui!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo