Espiritualidade Sorrindo pra Vida

Estamos paralisados por causa da murmuração

Ficamos paralisados por causa da nossa murmuração e da visão distorcida das dificuldades

No ‘Sorrindo pra Vida’ desta terça-feira, 9 de maio de 2017, Dunga partilhou a Palavra de Deus para nos alertar que estamos paralisados por causa da murmuração e da visão distorcida das dificuldades.

Evangelho de João 5,1-18:

“Depois disso, houve uma festa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. Há em Jerusalém, junto à porta das Ovelhas, um tanque, chamado em hebraico Betesda, que tem cinco pórticos. Nestes pórticos jazia um grande número de enfermos, de cegos, de coxos e de paralíticos, que esperavam o movimento da água. Pois de tempos em tempos um anjo do Senhor descia ao tanque e a água se punha em movimento. E o primeiro que entrasse no tanque, depois da agitação da água, ficava curado de qualquer doença que tivesse. Estava ali um homem enfermo havia trinta e oito anos. Vendo-o deitado e sabendo que já havia muito tempo que estava enfermo, perguntou-lhe Jesus: Queres ficar curado? O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada; enquanto vou, já outro desceu antes de mim. Ordenou-lhe Jesus: Levanta-te, toma o teu leito e anda. No mesmo instante, aquele homem ficou curado, tomou o seu leito e foi andando. Ora, aquele dia era sábado. E os judeus diziam ao homem curado: E sábado, não te é permitido carregar o teu leito. Respondeu-lhes ele: Aquele que me curou disse: Toma o teu leito e anda. Perguntaram-lhe eles: Quem é o homem que te disse: Toma o teu leito e anda? O que havia sido curado, porém, não sabia quem era, porque Jesus se havia retirado da multidão que estava naquele lugar. Mais tarde, Jesus o achou no templo e lhe disse: Eis que ficaste são; já não peques, para não te acontecer coisa pior. Aquele homem foi então contar aos judeus que fora Jesus quem o havia curado. Por esse motivo, os judeus perseguiam Jesus, porque fazia esses milagres no dia de sábado. Mas ele lhes disse: Meu Pai continua agindo até agora, e eu ajo também.
Por esta razão os judeus, com maior ardor, procuravam tirar-lhe a vida, porque não somente violava o repouso do sábado, mas afirmava ainda que Deus era seu Pai e se fazia igual a Deus.”

Não sabemos quem estava mais paralisado, se era o paralítico ou a mentalidade daquele povo que interpretava tão rigidamente a lei. Os judeus não deixavam de fazer nada no dia de descanso, que era destinado ao Senhor. Era uma boa lei, mas eles estavam tão enrijecidos nela, que nem o bem poderia ser feito no sábado. A lei mata, paralisa quando é mal interpretada ou interpretada de acordo com os próprios interesses.

Jesus é comparado como um novo Moisés, e Ele vem mudar muito o Antigo Testamento. Esse milagre do paralítico, que não andava há 38 anos, tem uma relação com os 38 anos que Moisés passou com seu povo no deserto para chegar na Terra Prometida, onde viram as maravilhas que Deus tinha preparado.

Moisés e seu povo encontram a terra prometida e viram o quão maravilhosa era, mas também os desafios que teriam de enfrentar. Alguns deles reclamaram e murmuraram diante das adversidades, e Deus se revoltou com eles, prometendo que só entrariam na terra os que fossem crianças daquele povo. Aqueles que murmuraram morreram no deserto e só entrou na terra prometida as crianças que eram inocentes à reclamação do seu povo.

Jesus nos diz, por meio do milagre, que o que nos está paralisando a pátria, a religião, é a visão distorcida e a murmuração. Nós paralisamos áreas da nossa vida, porque temos visões distorcidas das nossas decepções. As promessas de Deus, que poderia ser para nós, podem ficar para outras gerações pelos medos e dificuldades que deixamos nos paralisar.

Deus nos livre, liberte e proteja de uma visão distorcida e individualista, porque precisamos ver o que os outros também estão vendo, para caminharmos juntos para a terra prometida.

Deus não planejou desertos nem murmurações para nós. Devemos tomar posse das promessas que Ele preparou para nós. Deus quer fazer uma revolução na nossa vida, e o tempo é agora. Crise é a oportunidade de peneirarmos o que é bom do que é ruim.

Dunga
Missionário da Comunidade Canção Nova

Transcrição e adaptação: João Paulo dos Santos

Assista aos programas:
Adquira o Canção Nova Play e assista aos programa da TV Canção Nova na íntegra. Ao adquirir, você ajudará a Canção Nova a manter todo seu Sistema de Comunicação. Acesse o site cancaonova.com/play!

Contamos com sua ajuda para que mais pessoas possam ser alcançadas pelo Evangelho. Seja também um sócio evangelizador e ingresse na missão de evangelizar! Acesse aqui!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo