Espiritualidade Sorrindo pra Vida

Como não ser julgado?

A preocupação em ser julgado sempre se sobrepõe à preocupação em não julgar, mas não percebemos que as duas realidades estão ligadas

No programa ‘Sorrindo pra Vida’ desta terça-feira, 22, às 8h, Dunga partilhou sobre como a medida que usamos com os outros é a mesma com que seremos medidos. Não julgar é a premissa para não ser julgado.

Usando a Palavra de Lucas 6,31-39 como base para a sua reflexão, Dunga explicou que as pessoas que mais são julgadas e condenadas são as que usam esse mesmo método com os outros.

“Quando julgamos, automaticamente condenamos e temos que combater essa tendência. Temos de resistir a esse primeiro momento de instinto, mesmo que seja inconsciente”, disse.

Além da ordem de Deus de não julgar, Ele também nos pede outra coisa. Perdoar para que sejamos perdoados parte do princípio de que não somos perfeitos e, um dia, podemos precisar do perdão, principalmente do perdão de Deus.

“Nós definimos as medidas que usamos. Se perdoarmos agora, poderemos ser perdoados no futuro”, completou.

Medite a Palavra de Lucas 6,37-39:

“Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados; dai, e dar-se-vos-á. Colocar-vos-ão no regaço medida boa, cheia, recalcada e transbordante, porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também.”

Adquira o programa na íntegra
Ao adquirir o programa desta terça-feira, 22, na íntegra, você ajudará a Canção Nova a manter todo seu Sistema de Comunicação. Acesse o site cancaonova.com/play!

Contamos com sua ajuda para que mais pessoas possam ser alcançadas pelo Evangelho. Seja também um sócio evangelizador e ingresse na missão de evangelizar! Acesse aqui!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo