Espiritualidade Sorrindo pra Vida

Agradecer é reconhecer o bem

Amar uns aos outros, reconhecer o bem que nos fazem e cada vez mais fazer bem as pessoas

No programa Sorrindo pra Vida desta terça-feira, 11, às 8h, Márcio Mendes refletiu sobre que amar e reconhecer o bem no outro é também agradecer.

Direcionando a partir da pergunta do papa Francisco que diz: “Somos capazes de dizer obrigado?”, o missionário da comunidade Canção Nova orientou sobre como devemos apontar nosso olhar para as coisas boas.

“Todo relacionamento tem seus altos e baixos, flores e espinhos, mas temos que aprender a evitar os espinhos e cultivar as flores”, disse.

Baseando-se também em I João 3,11-17 e fazendo um paralelo com a indagação do papa, Márcio aponta a inveja e o ódio como os inimigos da vida de amor e do olhar para o bem.

“Temos que tirar a inveja do nosso coração para que possamos fazer o bem, pois a inveja só gera o mal”, completou.

Programa na íntegra!
Ao adquirir o programa desta sexta-feira, 7, na íntegra, você ajudará a TV Canção Nova a manter todo seu Sistema de Comunicação. Acesse o site cancaonova.com/play!

Contamos com sua ajuda para que mais pessoas possam ser alcançadas pelo Evangelho! Seja também um sócio evangelizador e ingresse na missão de evangelizar! Acesse aqui! 

Medite a palavra de I João 3,11-17:

“Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio: que nos amemos uns aos outros.
Não como Caim, que era do maligno, e matou a seu irmão. E por que causa o matou? Porque as suas obras eram más e as de seu irmão justas.
Meus irmãos, não vos maravilheis, se o mundo vos odeia.
Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama a seu irmão permanece na morte.
Qualquer que odeia a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele.
Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos.
Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus?”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo