Espiritualidade Santa Missa

Como ser um profeta em minha casa?

Padre Adriano Zandoná orienta sobre como ser um profeta

Na noite desta segunda-feira, 29, às 19h30, padre Adriano Zandoná refletiu sobre como ser um profeta em casa. A meditação ocorreu durante a homilia da Santa Missa, realizada na Catedral Maronita Nossa Senhora do Líbano, em São Paulo (SP).

O padre revelou aos fiéis que, para tornar harmonioso o ambiente familiar, é preciso que os membros estejam dispostos a mudar.

“Quando Deus é o centro da família, a presença do Senhor garante a alegria profunda e sincera. Mas para que Deus esteja no centro, é preciso que sejamos profetas em nossa casa”, indicou o sacerdote, que acrescentou que “família feliz é construção, iniciativa, saber rezar juntos”.

O que é e como ser um profeta?

Segundo o sacerdote, o profeta é por intermédio do qual Deus fala, pois “existem atitudes que são muito mais proféticas do que mil palavras”.

Cinco atitudes para ser um profeta em casa:
1 – ter respeito;
2- imitar Deus e cultivar um olhar de esperança;
3- ser disponível em casa;
4- ser humilde;
5- ter afeto.

programasTV

Adquira os programas!
Ao adquirir os programas da TV Canção Nova você ajudará a TV Canção Nova a manter todo seu Sistema de Comunicação. Clique aqui!

Você pode ter acesso ao conteúdo completo da TV Canção Nova. Saiba mais sobre esse assunto e tenha também acesso a todos os programas da emissora! Acesse cancaonova.com/play!

Conheça os livros de padre Adriano Zandoná:
Curar-se para ser felizConquistando a liberdade Construindo a felicidade

 

 

 

Evangelho meditado Marcos 6,17-29:

“Naquele tempo, Herodes tinha mandado prender João, e colocá-lo acorrentado na prisão. Fez isso por causa de Herodíades, mulher de seu irmão Filipe, com quem se tinha casado. João dizia a Herodes: “Não te é permitido ficar com a mulher do teu irmão”. Por isso Herodíades o odiava e queria matá-lo, mas não podia. Com efeito, Herodes tinha medo de João, pois sabia que ele era justo e santo, e por isso o protegia. Gostava de ouvi-lo, embora ficasse embaraçado quando o escutava.

Finalmente, chegou o dia oportuno. Era o aniversário de Herodes, e ele fez um grande banquete para os grandes da corte, os oficiais e os cidadãos importantes da Galileia. A filha de Herodíades entrou e dançou, agradando a Herodes e seus convidados. Então o rei disse à moça: “Pede-me o que quiseres e eu te darei”. E lhe jurou dizendo: “Eu te darei qualquer coisa que me pedires, ainda que seja a metade do meu reino”.

Ela saiu e perguntou à mãe: “O que vou pedir?” A mãe respondeu: “A cabeça de João Batista”. E, voltando depressa para junto do rei, pediu: “Quero que me dês agora, num prato, a cabeça de João Batista”. O rei ficou muito triste, mas não pôde recusar. Ele tinha feito o juramento diante dos convidados. Imediatamente, o rei mandou que um soldado fosse buscar a cabeça de João. O soldado saiu, degolou-o na prisão, trouxe a cabeça num prato e a deu à moça. Ela a entregou à sua mãe. Ao saberem disso, os discípulos de João foram lá, levaram o cadáver e o sepultaram.”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo