Espiritualidade Quinta-feira de Adoração

A adoração é uma das fontes que sustentam a vida do cristão

Adorar é reconhecer Deus como o Criador e Senhor de todas as coisas.

Letícia Barbosa
Da Redação

A adoração é uma das práticas espirituais responsáveis por nutrir a vida de oração de todo cristão. Aliados a esse ato de fé está a Eucaristia, a oração, a reflexão da Palavra e o louvor.

A TV Canção Nova, cuja programação é 100% evangelizadora e propaga diariamente conteúdos com o objetivo de aproximar os telespectadores de Deus, dedica-se, de maneira especial nas quintas-feiras, a promover momentos de aprofundamento da vida espiritual.

Das 7 horas às 16 horas, os peregrinos e telespectadores podem participar da “Quinta-feira de Adoração” seja de maneira presencial seja pela TV ou pela internet. No decorrer das atividades oferecidas neste dia, os fiéis iniciam e encerram o dia com a Santa Missa e têm a oportunidade de refletir sobre diferentes temas, segundo a Palavra de Deus, com pregadores da Comunidade Canção Nova e convidados.

Consta no Catecismo da Igreja Católica (CIC) que a adoração é o primeiro ato da “virtude da religião”. Esse exercício espiritual faz com que o ser humano reconheça Deus Pai como Criador de todas as coisas existentes no mundo e a Ele renda graças e louvores.

“A adoração é a primeira atitude do homem que se reconhece criatura diante de seu Criador. Exalta a grandeza do Senhor que nos fez e a onipotência do Salvador que nos liberta do mal. É prosternação do Espírito diante do ‘Rei da glória’ e o silêncio respeitoso diante do Deus ‘sempre maior’. A adoração do Deus três vezes santo e sumamente amável nos enche de humildade e dá garantia a nossas súplicas” (CIC § 2628).

Se você não pode vir à sede da comunidade fundada pelo monsenhor Jonas Abib, situada em Cachoeira Paulista (SP), não deixe de acompanhar a “Quinta-feira de Adoração” pela TV Canção Nova ou pelo site da TVCN: tv.cancaonova.com.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo