O sentido da vida do homem é amar

O sentido da vida do homem é amar

Padre Adriano Zandoná refletiu sobre o sentido da vida do homem: amar o outro e ser compassivo com ele

Todos os meses a Canção Nova realiza a vigília na Basílica Nossa Senhora da Penha em São Paulo (SP). Neste mês de agosto o evento aconteceu no sábado, 2 de agosto, e se iniciou com a celebração da Santa Missa, presidida pelo padre Adriano Zandoná, que refletiu sobre o sentido da vida do homem: amar o outro e ser compassivo com ele.

Quando nos esquecemos de nós mesmos para pensar no outro, Deus se concentra em nossas necessidades“, recordou o sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Em sua homilia, o sacerdote falou que, muitas vezes, buscamos os nossos próprios compromissos e interesses e não estamos atentos a quem clama por ajuda ao nosso lado. E ressaltou que, nem sempre, sabemos o que nosso coração precisa, nem mesmo sabemos o que pode nos fazer felizes, pois só Deus sabe qual é o alimento de que mais necessitamos, e é no amor que damos aos outros que provamos o amor do Senhor por nós.

O que mais nos deixa distantes de Jesus é nos tornarmos pessoas mesquinhas e egoístas. Quanto mais compassivo você se torna tanto mais parecido com Jesus você fica. E quanto mais parecido com Jesus tanto mais feliz você é, porque Ele é a felicidade“, animou o presidente da Celebração Eucarística.

Assista à homilia na íntegra:

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo