Escolha ser conduzido pelo Espírito Santo

Escolha ser conduzido pelo Espírito Santo

Padre Fabrício Andrade meditou sobre a docilidade ao Espírito Santo

A liturgia de hoje mostra duas posições, dois comportamentos diferentes: os judeus da primeira leitura e os discípulos do Evangelho. Os primeiros não se deixam tocar pela pregação de Paulo; já os segundos, mesmo não compreendendo tudo o que Jesus lhes dizia, não param nessa dificuldade e se deixam guiar pelo Mestre, confiantes n’Ele.

Na homilia desta quinta-feira, 29, padre Fabrício meditou sobre a importância da docilidade ao Espírito Santo. “É importante que, com a sua liberdade, você escolha ser conduzido pelo Espírito Santo“, orientou.

E relacionou a diferença entre esses dois grupos à nossa caminhada com Deus. “Quantas vezes na minha e na sua vida, por resistirmos a realidades que não compreendíamos e não nos deixarmos conduzir por Deus, nos acontecimentos do dia a dia, perdemos oportunidades e criamos grandes problemas. E quantos de nós estamos empacados pela resistência [à vontade de Deus]!“.

E recordou que, muitas vezes, quando não entendemos os desígnios de Deus, nos colocamos em guerra contra a vontade do Senhor, que nos visita fora dos nossos planos. “Em qual grupo nós estamos? No grupo daqueles que não entendem tudo, mas se deixam conduzir pelo Senhor, ou no daqueles que, por resistirem a Ele, acabam abrindo mão das visitas de Deus?“, refletiu o sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Veja a homilia na íntegra:

Ouça a homilia na íntegra:

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo