Espiritualidade PHN

Homem testemunha libertação das drogas, do crime e do tráfico

Assista o testemunho de homem que saiu das drogas e do tráfico e viveu a misericórdia de Deus

No programa PHN desta terça-feira, 15, às 22h30, Dunga conversou com Ademir Gomes sobre seu processo de conversão e abandono do vício das drogas e sua libertação da vida do crime e do tráfico.

.: TV AO VIVO

O convidado refletiu sobre sua infância e destacará um dos aspectos mais marcantes de sua vida: a ausência do pai. Na adolescência, envolveu-se com drogas e se iludiu com o dinheiro “fácil” que vinha do roubo e do tráfico.

Aos oito anos, teve seu primeiro contato com drogas; aos 12, ganhou sua primeira arma. Seu pai era considerado o “dono” da favela. Aos 17 anos, foi preso pela primeira vez por tráfico; no mesmo ano, tornou-se pai. Um ano mais tarde, presenciou o pai agredindo a mãe. Com isso, expulsou o pai da favela e assumiu o controle do local.

Tempos depois, conheceu uma jovem e teve com ela mais dois filhos.

O ápice de sua vida aconteceu quando, aos 27 anos, chegou a pesar 48 quilos. Ele bebia três litros de pinga e usava quinze papelotes de craque por dia. O vício fez com que perdesse o controle do tráfico na favela. Após usar drogas por vários dias, dentro de um banheiro, pediu a ajuda de sua mãe, que o internou em uma clínica de reabilitação. Lá, Ademir teve sua experiência com o amor de Deus.

Para ele, o “maior desafio é lutar para que o homem velho não volte, é um verdadeiro PHN, ou seja, sempre viver um dia de cada vez, buscando estar na graça de Deus”.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo