Educativo Maranathá

Família e Estado: uma união a favor da dignidade humana

Programa jovem destaca a importância do apoio do Estado para o desenvolvimento da família.

O programa “Maranathá” deste sábado, 20, às 12h40, vai debater um tema muito presente na sociedade: a relação entre família e Estado. Norteado pela Carta Encíclica Rerum Novarum escrita por Papa Leão XIII, o apresentador da atração, padre Silvio César, vai conversar sobre o assunto com a doutora em Teologia Arlene Denise Bacarji e o mestre em Direito Canônino Bruno Oizumi.

Segundo o dicionário, família é o conjunto de pessoas, em geral ligadas por laços de parentesco, que vivem sob o mesmo teto, particularmente o pai, a mãe e os filhos.

Dentro do lar existem normas a serem cumpridas por seus membros. O Papa Leão XIII é bem claro ao dizer que a família é “uma sociedade propriamente dita, com a sua autoridade e o seu governo paterno” no documento eclesial.

E essa sociedade “doméstica” está inserida na sociedade civil. Por isso, o Estado possui direitos e deveres para com a família.

“A sociedade doméstica tem sobre a sociedade civil uma prioridade lógica e uma prioridade real, de que participam necessariamente os seus direitos e os seus deveres. E se os indivíduos e as famílias, entrando na sociedade, nela achassem, em vez de apoio, um obstáculo, em vez de proteção, uma diminuição dos seus direitos, dentro em pouco a sociedade seria mais para se evitar do que para se procurar”, afirma o Sumo Pontífice na referida encíclica.

familia

“A autoridade paterna não pode ser abolida, nem absorvida pelo Estado, porque ela tem uma origem comum com a vida humana” (Papa Leão XIII)

Leia mais sobre o tema:

.:As propostas políticas precisam pensar na famílias

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo