Educativo Maranathá

Economia de Comunhão um novo agir visando um mundo novo

Programa jovem mostra os benefícios da partilha igualitária de bens econômicos.

Uma nova cultura econômica tem se instalado na sociedade. Intitulada Economia de Comunhão (EdC), envolve diversas pessoas de diferentes funções voltando-se para a comunhão, a gratuidade e a reciprocidade, propondo e vivendo um estilo de vida alternativo àquele dominante no sistema capitalista. E esse será o assunto do programa “Maranathá” desta quinta-feira, 27, às 20h10.

Essa cultura foi fundada por Chiara Lubich em maio de 1991 em São Paulo (SP) e busca viver e difundir uma nova cultura econômica e civil, chamada de “cultura do dar”. Para conferir de perto como se desenvolve a EdC, o apresentador padre Silvio César foi até o Polo Empresarial Spartaco em Cotia (SP) e conversou com empresários que aderiram ao movimento.

O Polo Empresarial Spartaco surgiu em 1994 com o intuito de dar viabilidade e visibilidade ao projeto Economia de Comunhão, proporcionando às empresas um local apropriado para se instalarem e testemunharem essa nova experiência econômica.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo