Educativo Maranathá

Até que ponto a Igreja deve intervir em questões sociais?

Programa jovem dedicado à doutrina católica aborda as intervenções da Igreja em questões sociais.

Letícia Barbosa
Da Redação

Não é de hoje que muitos questionam até que ponto a Igreja deve intervir em questões sociais. Para alguns, problemas como esses não são assuntos para serem discutidos por religiosos. Entretanto, a Igreja – detentora da missão que lhe foi incumbida por Cristo, de promover a dignidade humana nas mais variadas dimensões do homem – se vê no dever de auxiliar a sociedade, uma vez que os católicos pertencem a ela.

Pensando nisso, a TV Canção Nova possui em sua grade de programação um programa dedicado à Doutrina Social da Igreja Católica, apresentando ações cristãs realizadas por pessoas que doam a vida a serviço do Evangelho, comprometendo-se com a vida, a família e a fé, capazes de transformar as realidades sociais e promover a esperança, a partilha e o bem comum. Intitulado ‘Maranatha’, a atração jovem dispõe de uma linguagem atual, simples e inovadora.

Nesta quinta-feira, 12, às 20h10, uma edição inédita sobre as interferências da Igreja em questões sociais será exibida baseando-se na Carta Encíclica Rerum Novarum, escrita por Papa Leão XIII.

Apresentada por padre Silvio César, o programa contará com a presença de padre Joãozinho, SCJ, que falará sobre a importância da presença da Igreja em diversas temáticas sociais, ressaltando que o papel dela é diferente do Estado, mas ambos são importantes e precisam ser desempenhados com eficácia.

O sacerdote ainda afirma que a Igreja não pode cuidar somente das coisas materiais, baseando-se no pensamento de Platão: “Alguém que, sabendo que existe a vida eterna, educa somente para essa vida, é louco”.

Nesta edição, será apresentado também o trabalho voluntário de Mateus Akira e Paulo Barbosa, que auxiliam no Empório Padre Rodolfo Komorek – uma espécie de mercado onde pessoas carentes da cidade podem “fazer suas compras”, adquirindo itens dos quais mais necessitam, diferente das cestas básicas que já vêm fechadas com determinada quantidade de produtos. Nesse mercado, as pessoas escolhem as mercadorias e não pagam por aquilo que adquirem.

gravações maranatha

Bastidores das gravações

As reflexões, norteadas pela Encíclica Rerum Novarum justificam os motivos que a Igreja possui em prol do bem comum.

“Ora, como é principalmente a nós [Igreja] que estão confiadas a salvaguarda da religião e a dispensação do que é do domínio da Igreja, calarmo-nos seria aos olhos de todos trair o nosso dever” (parágrafo 8).

E ainda explica que tais questões não são apenas de interesse e competência da Igreja, envolvendo também autoridades vigentes.

“Certamente, uma questão desta gravidade demanda ainda de outros a sua parte de atividade e esforços, isto é, dos governantes, dos senhores e dos ricos, dos próprios operários, de cuja sorte se trata” (parágrafo 8).

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo