Educativo Mais Saúde

O mito sobre o uso dos hormônios e o perigo dos antibióticos na criação de animais

Especialista alerta sobre os riscos à saúde humana com o uso dos antibióticos na criação de animais.

Dando continuidade à conversa com o mestre em nutrição animal Luiz Demattê sobre o uso de promotores de crescimento para criação de animais, a nutricionista funcional Dra. Gisela Savioli o recebeu no programa ‘Mais Saúde’ de sexta-feira, 30, para falar mais sobre o polêmico uso de hormônios e antibióticos no tratamento e estimulação do crescimento animal.

O especilialista afirmou, no programa anterior, que os hormônios são substâncias proibidas na agroindústria brasileira; no entanto, o antibiótico não é proibido e tem sido utilizado excessiva e indiscriminadamente para garantir o controle de doenças e a estimulação do crescimento nos animais, o que é prejudicial à saúde humana.

“Os sistemas de produção animal se intensificaram de uma tal forma, que o antibiótico é usado sempre, não mais para tratar uma possível doença, mas é usado diariamente”, denuncia Demattê.

O convidado alertou sobre o risco à saúde humana e as consequências diante das escolhas dos consumidores ao adquirirem produtos sem controle de qualidade e com o uso abusivo dessas substâncias na criação e tratamento dos animais de abate.

Bloco 01:

Bloco 02:

Assista ao primeiro programa sobre o assunto: “Especialista fala sobre o mito do uso de hormônios em animais”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo