Espiritualidade Discípulos e Missionários

Somos chamados a ser solidários e fraternos com o próximo

Os cristãos possuem a missão de serem fraternos e solidários.

“A Igreja, na sociedade, promove a fraternidade e a solidariedade”, essa foi uma das reflexões feitas pelo Cardeal e Arcebispo Metropolitano de São Paulo (SP), Dom Odilo Scherer, durante o programa “Discípulos e Missionários” desta terça-feira, 10.

Esta edição dedicou-se à reflexão da Quaresma como tempo propício para fortalecer as práticas espirituais. Dom Odilo lembrou que, neste ano, a Campanha da Fraternidade reitera a vocação dos cristãos de buscar contruir uma sociedade melhor para todos a partir das boas ações.

E também chamou os cristãos à atenção, pois muitos fiéis ainda vivem indiferentes às necessidade alheias.

“Muitas vezes, infelizmente, nós nos comportamos com gente normal que não tem nada a ver com isso, por isso não se envolve e não quer saber [dos sofrimentos do próximo]. Nós temos tantos dramas de dor e violência por todos os lados, a Igreja, na sociedade, é chamada a promover a fraternidade, a solidariedade e a atenção de uns pelos outros”, denunciou Dom Odilo.

Ao refletir sobre essa missão da Igreja, o prelado lembrou que, neste ano, o Papa Francisco convida os fiéis, por meio de diversas ações da Igreja como a Campanha da Fraternidade, a superarem a indiferença. E que o Sumo Pontífice tem falado sobre a necessidade de globalizar a fraternidade e não a indiferença.

O Arcebispo de São Paulo também recordou que, nesta sexta-feira, 13, o Santo Padre deu início à jornada de oração, cujo intuito é realizar 24 horas de preces com momentos de adoração e atendimentos de confissão e a celebração da Eucaristia.

A Canção Nova atendeu ao apelo de Sua Santidade e vai promover no Santuário do Pai das Misericórdias um dia especial voltado a momentos de profunda espiritualidade durante as celebrações da Santa Missa, as confissões, as orações e a adoração a Jesus Sacramentado.

.: Saiba mais detalhes sobre essas 24 horas de intercessão clicando aqui.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo