Espiritualidade Buscai as coisas do Alto

A alegria como instrumento de cura

Sacerdote alerta sobre o fato de que a falta de alegria facilita as ações do demônio.

A alegria é um dom dado pelo Espírito Santo, a qual, quando vivida, contagia de maneira benéfica as pessoas ao redor. E é sobre esse dom que padre Léo, no ano de 2004, refletiu nesta pregação, reexibida hoje, 26, às 21 horas na TV Canção Nova.

Durante sua meditação, o fundador da Comunidade Bethânia ressaltou que a alegria é fundamental na vida do cristão e reforçou que a falta dela é um dos grandes pecados da humanidade, pois a partir disso o demônio possui abertura para se instalar no coração das pessoas.

“O cristão precisa achar um motivo para viver a alegria. E essa alegria não será tirada por ninguém quando ele aprender a apresentar o sofrimento para Deus. Aqui também se encontra nesse pecado [não viver a alegria] o caminho pelo qual o inimigo vai achando espaço para entrar em nossa vida”, disse o pregador.

A alegria como instrumento de cura

Padre Léo

O sacerdote denunciou que muitos noticiários da TV dedicam suas edições para destacar as notícias más gerando na população um sentimento de medo e insegurança. E destacou que a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta sobre a existência da distimia – depressão crônica moderada – que está ligada ao mau humor.

“A pessoa vai sendo invadida por uma irritação crônica. Quando ela é tomada por essa doença o coração dela começa a olhar a vida, os acontecimentos, as pessoas, a si mesma, o seu passado presente e o futuro justificando coisas negativas. E aqui está uma das grandes armas do demônio!”, salientou o padre Léo.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo