Espiritualidade A Bíblia no meu Dia a Dia

A Bíblia no meu dia a dia - Mateus 26,1-16 - 28/02/2017

Faça o estudo da Palavra de Mateus 26,1-16

Terça-feira, 28 de fevereiro, foi refletida no programa ‘A Bíblia no meu dia a dia’ a Palavra de Mateus 26,1-16 por Nelsinho Corrêa.

Confira o vídeo abaixo:

Adquira o programa!

Você pode ter acesso ao conteúdo completo da TV Canção Nova. Acesse cancaonova.com/play!

Ajuda a Canção Nova na missão de evangelizar e transmitir a Boa Nova aos lares de pessoas do mundo inteiro! Seja um sócio evangelizador e ingresse nessa missão também!

Faça a reflexão da Palavra de Mateus 26,1-16:

1.Quando Jesus acabou todos esses discursos, disse a seus discípulos:

2.Sabeis que daqui a dois dias será a Páscoa, e o Filho do Homem será traído para ser crucificado.

3.Então os príncipes dos sacerdotes e os anciãos do povo reuniram-se no pátio do sumo sacerdote, chamado Caifás,

4.e deliberaram sobre os meios de prender Jesus por astúcia e de o matar.

5.E diziam: Sobretudo, não seja durante a festa. Poderá haver um tumulto entre o povo.

6.Encontrava-se Jesus em Betânia, na casa de Simão, o leproso.

7.Estando à mesa, aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, cheio de perfume muito caro, e derramou-o na sua cabeça.

8.Vendo isto, os discípulos disseram indignados: Para que este desperdício?

9.Poder-se-ia vender este perfume por um bom preço e dar o dinheiro aos pobres.

10.Jesus ouviu-os e disse-lhes: Por que molestais esta mulher? É uma ação boa o que ela me fez.

11.Pobres vós tereis sempre convosco. A mim, porém, nem sempre me tereis.

12.Derramando esse perfume em meu corpo, ela o fez em vista da minha sepultura.

13.Em verdade eu vos digo: em toda parte onde for pregado este Evangelho pelo mundo inteiro, será contado em sua memória o que ela fez.

14.Então um dos Doze, chamado Judas Iscariotes, foi ter com os príncipes dos sacerdotes e perguntou-lhes:

15.Que quereis dar-me e eu vo-lo entregarei. Ajustaram com ele trinta moedas de prata.

16.E desde aquele instante, procurava uma ocasião favorável para entregar Jesus.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo