Espiritualidade A Bíblia no meu Dia a Dia

A Bíblia no meu dia a dia - Lucas 2,1-20 -11/08

Faça o estudo da Palavra de Lucas 2, 1-20

Nesta quinta-feira, 11 de agosto, foi refletida pela missionária Vera Lúcia Reis, a Palavra de Lucas 2, 1-20 no programa ‘A Bíblia no meu dia a dia’.

Confira o vídeo abaixo:

Adquira o programa!
Você pode ter acesso ao conteúdo completo da TV Canção Nova. Acesse cancaonova.com/play!

Ajuda a Canção Nova na missão de evangelizar e transmitir a Boa Nova aos lares de pessoas do mundo inteiro! Seja um sócio evangelizador e ingresse nessa missão também!

Faça a reflexão da Palavra de Lucas 2, 1-20

1.Naqueles tempos apareceu um decreto de César Augusto, ordenando o recenseamento de toda a terra.

2.Este recenseamento foi feito antes do governo de Quirino, na Síria.

3.Todos iam alistar-se, cada um na sua cidade.

4.Também José subiu da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à Cidade de Davi, chamada Belém, porque era da casa e família de Davi,

5.para se alistar com a sua esposa Maria, que estava grávida.

6.Estando eles ali, completaram-se os dias dela.

7.E deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o num presépio; porque não havia lugar para eles na hospedaria.

8.Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam seu rebanho nos campos durante as vigílias da noite.

9.Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor.

10.O anjo disse-lhes: Não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria para todo o povo:

11.hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor.

12.Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura.

13.E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia:

14.Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência (divina).

15.Depois que os anjos os deixaram e voltaram para o céu, falaram os pastores uns com os outros: Vamos até Belém e vejamos o que se realizou e o que o Senhor nos manifestou.

16.Foram com grande pressa e acharam Maria e José, e o menino deitado na manjedoura.

17.Vendo-o, contaram o que se lhes havia dito a respeito deste menino.

18.Todos os que os ouviam admiravam-se das coisas que lhes contavam os pastores.

19.Maria conservava todas estas palavras, meditando-as no seu coração.

20.Voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, e que estava de acordo com o que lhes fora dito.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo