Espiritualidade A Bíblia no meu Dia a Dia

A Bíblia no meu dia a dia - Atos dos Apóstolos 21,1-16 - 24/11/2016

Faça o estudo da Palavra de Atos dos Apóstolos 21,1-16

Quinta-feira, 24 de novembro, foi refletida no programa ‘A Bíblia no meu dia a dia’ a Palavra de Atos dos Apóstolos 21, 1-16 pela missionária Vera Lúcia Reis.

Confira o vídeo abaixo:

Adquira o programa!
Você pode ter acesso ao conteúdo completo da TV Canção Nova. Acesse cancaonova.com/play!

Ajuda a Canção Nova na missão de evangelizar e transmitir a Boa Nova aos lares de pessoas do mundo inteiro! Seja um sócio evangelizador e ingresse nessa missão também!

Faça a reflexão da Palavra de Atos dos Apóstolos 21, 1-16

1.Depois de nos separarmos dele, embarcamos e fomos em direção a Cós, e no dia seguinte a Rodes e dali a Pátara.

2.Encontramos aí um navio que ia partir para a Fenícia. Entramos e seguimos viagem.

3.Quando estávamos à vista de Chipre, deixando-a à esquerda, continuamos rumo à Síria e aportamos em Tiro, onde o navio devia ser descarregado.

4.Como achássemos uns discípulos, detivemo-nos com eles por sete dias. Eles, sob a inspiração do Espírito, aconselhavam Paulo que não subisse a Jerusalém.

5.Mas, passados que foram esses dias, partimos e seguimos a nossa viagem. Todos eles com suas mulheres e filhos acompanharam-nos até fora da cidade. Ajoelhados na praia, fizemos a nossa oração.

6.Despedimo-nos então e embarcamos, enquanto eles voltaram para suas casas.

7.Navegando, fomos de Tiro a Ptolemaida, onde saudamos os irmãos, passando um dia com eles.

8.Partindo no dia seguinte, chegamos a Cesaréia e, entrando na casa de Filipe, o Evangelista, que era um dos sete (diáconos), ficamos com ele.

9.Tinha quatro filhas virgens que profetizavam.

10.Já estávamos aí fazia alguns dias, quando chegou da Judéia um profeta, chamado Ágabo.

11.Veio ter conosco, tomou o cinto de Paulo e, amarrando-se com ele pés e mãos, disse: Isto diz o Espírito Santo: assim os judeus em Jerusalém ligarão o homem a quem pertence este cinto e o entregarão às mãos dos pagãos.

12.A estas palavras, nós e os fiéis que eram daquele lugar, rogamos-lhe que não subisse a Jerusalém.

13.Paulo, porém, respondeu: Por que chorais e me magoais o coração? Pois eu estou pronto não só a ser preso, mas também a morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus.

14.Como não pudéssemos persuadi-lo, desistimos, dizendo: Faça-se a vontade do Senhor!

15.Depois desses dias, terminados os preparativos, subimos a Jerusalém.

16.Foram também conosco alguns dos discípulos de Cesaréia, que nos levaram à casa de Menason de Chipre, um antigo discípulo em cuja casa nos devíamos hospedar.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

↑ topo